MISSÃO: IMPOSSÍVEL (TRI ÁUDIO / 1080P / 2160P) – 1996

MISSION: IMPOSSIBLE – 1996
EUA
AÇÃO – AVENTURA – THRILLER
DIREÇÃO: Brian De Palma
ROTEIRO: Bruce Geller, David Koepp (+3)
IMDb: 7,1 https://www.imdb.com/title/tt0117060/

POSTAGEM PUBLICADA ORIGINALMENTE EM 14/05/2021.

POSTAGEM ATUALIZADA COM A VERSÃO 4K.

BRRIP 1080P FULL HD / BRRIP REMUX ULTRA HD (4K) – TRI ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA VTI RIO + REDUBLAGEM ÁLAMO

Postado por Perene


Formato: MKV
Qualidade: BRRip 1080p (1920×800) e UHD-BRRip Remux (3840 x 2160)

Tamanho:
2.5 GB (BRRip); 52.3 GB (UHD-BRRip Remux 2160p)
Duração:
110 min.
Legendas:
Português e Inglês – Selecionáveis
Áudios:
Português (Dublagem Clássica da VTI + Dublagem da Álamo) e Inglês – Selecionáveis
Servidor:
Internet Archive 
Crédito pela dublagem da Álamo: CaNNIBal, danshinigami e yatogam1

Uploader: Perene

– Estou disponibilizando MISSÃO IMPOSSÍVEL (filme de 1996) sem perda de qualidade na imagem/audio, pois se trata de um remux da mídia “Ultra-HD-Blu-ray”, ou 4K/2160p. Dessa forma não se altera nada durante a conversão (apenas move-se o conteúdo disponível do disco para arquivos Matroska). Logo esse arquivo maior está 100% igual.

– O tamanho de 52 GB para a versão 4K não está errado: a mídia do UHD-BD tanto pode ter 66 como 100 GB, e a maior parte disso (geralmente uns 70%) é gasto com o filme (e o restante com o material extra). Para 1080p (Blu-ray normal) os discos podem ser de 25 ou 50 GB, ou seja, metade do tamanho (sem perdas geralmente só o filme tem uns 30 GB). Em comparação um DVD (resolução 480p) original pode ter na mídia de 4 a 8 GB. Sendo assim todos os rips bem menores que encontramos na internet possuem perda de qualidade tanto na imagem como nas faixas de áudio. É o caso da versão menor, em 1080p, com 2.5 GB.

– MISSÃO IMPOSSÍVEL tem 2 dublagens: a clássica da VTI (mídias: TV aberta e paga, Telecine Play, Blu-ray, 4K, Netflix e Amazon Prime), com o Marco Antônio Costa como Tom Cruise (note que ele também dublou na clássica do segundo filme) e a outra da Álamo, feita para VHS e também exibida na TV paga (Telecine Pipoca). Os colaboradores CaNNIBal, danshinigami e yatogam1 disponibilizaram o áudio da redublagem em outro rip, que tem 150 ms de diferença pro meu, provavelmente porque o deles é de uma edição antiga em Blu-ray (inclusive se percebe que o deles tem um enquadramento um pouco diferente).

– Pelo que pesquisei existem duas edições em Blu-ray, uma de 2007 e outra de 2018, sendo que essa última saiu junto do 4K. O rip 1080p que estou colocando aqui com certeza é o da mais recente, inclusive por usar o codec H.265.

– Não houve necessidade de ajustar a sincronia dos rips, pois o 1080p (ao menos o recente) e o 4K estão iguais.

– Esse áudio da redublagem eu coloquei no 1080p e no 4K.

– Já o áudio da clássica os colaboradores também haviam fornecido, mas eu retirei o que eles colocaram, e coloquei da minha fonte (UHD/4K), comprovadamente sem perda de qualidade. Isso porque o 4K já veio com a dublagem clássica da VTI, que também joguei no rip menor em 1080p.

– O 4K possui uma faixa em inglês chamada “Descriptive”, que se refere a áudio descritivo, útil para cegos, que descreve o que ocorre durante o filme (há narração misturada com o resto). Infelizmente não veio com legendas. Porém eu gerei automáticas (igualmente em inglês) com ajuda do Youtube. Não são sempre precisas, mas ajudam na transcrição. Tudo isso também foi jogado no rip em 1080p.

– Observação sobre o Dolby Vision (presente no arquivo 4K): embora ele esteja lá no MKV todos os tocadores usam até o momento apenas HDR (mesmo com ele presente), então Dolby Vision ainda que vc tenha um hardware e programas totalmente novos não está sendo utilizado, e quanto a isso eu me refiro ao PC. Parece que nem mesmo tocadores pagos como POWERDVD tem essa possibilidade ainda. Aparentemente o motivo é que exigiria pagar uma licença periódica pra Dolby. Isso deve mudar no futuro, pois existe uma boa quantidade de 4Ks (filmes nessa mídia), e mesmo serviços de streaming, que utilizam DV. Inclusive modelos de TV.

– Quando eu vi essa faixa de vídeo adicional (1080p) nos MKVs eu achei que fosse algum erro. Mas ela tem que estar lá dentro do arquivo, pra que no futuro seja possível usar o DV. Pra mais informações sobre o que é Dolby Vision pesquisem na internet.

– Para baixar do ARCHIVE não é necessário, ao contrário do MEGA, ter criado uma conta nesse servidor e nem usar algum programa feito por eles. Mas é recomendável o uso do JDownloader ou Mipony, que são os programas que conseguem ler por exemplo o container DLC que estou colocando. Em outro link eu coloquei os endereços diretos pra baixar do ARCHIVE, então esses você apenas copia e cola, mas se preferir baixar tudo de uma vez opte pelo container em DLC. No caso do ARCHIVE não existe limitação de tráfego nos downloads.

– Apenas após fazer download ou do programa JDOWNLOADER ou MIPONY é que você poderá abrir o arquivo DLC que estou colocando como alternativa. É 100% obrigatório baixar todas as partes.

– Dentro do JDOWNLOADER clique com botão direito do mouse e escolha a opção “ADICIONAR CONTAINER” (ou pressione CONTROL + O), para trazer um DLC para lá.

– Após baixar você deverá descompactar cada arquivo individualmente. Explico: pelo 7-Zip ou WinRAR você abre a parte 1, manda descompactar, e depois faz isso com a 2, aí faz com a 3, etc. Sim, é pra fazer PARA TODOS ELES, digamos que tenha 11 partes: você faz isso manualmente nas 11. Não mande descompactar apenas o primeiro arquivo e depois apague os demais. É necessário fazer isso com cada um, isoladamente.

– Após descompactar cada arquivo 7-Zip você vai reparar que terá arquivos de extensão RAR, e também o mesmo número de partes dos 7z. Neste caso dos RAR basta mandar descompactar a parte 1 e esperar até a conclusão. Não repita o procedimento anterior, aqui basta apenas mandar extrair o primeiro deles.

– Foi necessário jogar arquivos RAR dentro de 7z (OBS: 7z é outra forma de compactar) porque o servidor não aceita arquivo de extensão .RAR.

– Como sempre friso: é necessário ter o WinRAR ou 7-Zip para extrair arquivos compactados.

– Importante: todos os ajustes descritos anteriormente são válidos para esta atualização de 18/5/2021, que é também quando o 4K foi finalmente adicionado. Caso tenha baixado algo antes dessa data apague o arquivo antigo e refaça o download.

VERSÃO 1080P: MISSÃO: IMPOSSÍVEL
VERSÃO 4K: MISSÃO: IMPOSSÍVEL
VERSÃO 4K – CONTAINER DLC PARA O JDOWNLOADER OU MIPONY: MISSÃO: IMPOSSÍVEL

Durante uma missão de rotina em Praga, capital da República Tcheca na Europa, Ethan Hunt e seu grupo de agentes caem numa emboscada. Ethan descobre que apenas ele e uma outra agente sobreviveram. Ao ser acusado de ser o traidor que falhou a missão ele foge e tenta provar sua inocência, mas o verdadeiro inimigo está dentro da própria agência.

Tom Cruise … Ethan Hunt
Jon Voight … Jim Phelps
Emmanuelle Béart … Claire (as Emmanuelle Beart)
Henry Czerny … Kittridge

2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO (DUAL ÁUDIO/1080P/2160P) – 1968 T%25C3%25B3picos%2Bde%2Bajuda

3 comentários

  1. Muito bom esse filme. Assisti faz tempo, pela tv. Quero rever.
    Muito obrigada a todos.

  2. Muito obrigado!

  3. Obrigado!

Deixe uma resposta